Ultrassom 3D e 4D

Com os constantes avanços tecnológicos na área da saúde, surgem alguns termos usados pelos médicos que acabam se incorporando ao nosso vocabulário, mas nem sempre sabemos exatamente o que eles significam. Na ultrassonografia, isso não é diferente.

 

Para que você possa entender um pouco mais, citaremos a seguir os principais tipos de exames de ultrassom e o que significam cada um deles. Apresentamos inclusive o método 4D, que apesar da maioria das pessoas já terem ouvido falar, talvez não saibam muito bem o seu significado.

 

Ultrassom 4D

 

Utilizando a mais avançada tecnologia em ultrassonografia, o método 4D (quatro dimensões), nada mais é, que a imagem 3D em movimento. Você pode observar toda a movimentação fetal, desde que as condições para a obtenção da imagem 3D sejam favoráveis.

 

Ultrassom 3D

 

O método de ultrassonografia 3D (três dimensões) é uma inovação do método 2D, transforma as imagens convencionais em imagens tridimensionais, permitindo que a mamãe consiga visualizar uma imagem mais realista do seu bebê. Essas imagens obtêm uma qualidade quase fotográfica.

 

Para o médico, esta tecnologia permite confirmar com mais precisão o estado de saúde do feto, se tornado um importante método complementar.

 

O exame obstétrico de ultrassom em 3D é uma inovação da medicina diagnóstica.

 

Em termos científicos, é um método coadjuvante importante do ultrassom convencional, a diferença é que o exame é realizado com um transdutor especial para captar as imagens que, juntamente com um programa especial contido no aparelho de ultrassom, transforma as informações em imagens tridimensionais.

 

Os recentes avanços tecnológicos permitem a obtenção de imagens com maior definição, o que possibilita ao médico analisar a anatomia fetal de uma maneira muito mais precisa, pois o aparelho é capaz de detectar os mínimos detalhes.

 

O exame pode ser feito desde a fase embrionária, mas vale deixar claro que no primeiro trimestre o feto nada mais é que um pequeno pontinho, e nessa fase as imagens são limitadas, pois não é possível ver detalhes e a visão dele depende muito do transdutor usado pelo médico. O transvaginal é o que permite a melhor visualização.

 

A fase ideal é a partir da 26ª semana, pois neste período o bebê já possui uma imagem mais próxima do que será ao nascer.

 

Para os pais, o ultrassom em 3D possibilita a tranquilidade de visualizar a anatomia do feto aumentando o vínculo com o bebê, pois proporciona imagens reais de seu corpo, braços, pernas, mãos, pés e do rosto, fazendo com que os pais conheçam não só o sexo, mas o próprio bebê em detalhes. É a possibilidade de obter uma foto antes mesmo do nascimento!

Voltar

Horário para marcação de exames:

Seg. a Sex. das 7hs às 19hs
Sábados das 7hs às 12hs

(31) 3298-5500

Reclamações, sugestões e elogios ligue para nossa ouvidoria:

(31) 3235-5725